BENCHMARKING: BUSCANDO REFERÊNCIAS PARA CRIAÇÃO DO SEU CONTEÚDO
  • Lu

BENCHMARKING: BUSCANDO REFERÊNCIAS PARA CRIAÇÃO DO SEU CONTEÚDO

"Analisando o que empresas parceiras e principais concorrentes fazem, você verá que terá uma quantidade imensa de novos aprendizados que receberá, tando devido aos acertos, mas também aos erros cometidos por eles." - Ciro Falcão

Ter referências é muito importante.


No mundo dos negócios, existe um termo chamado benchmarking que é muito utilizado quando falamos sobre buscar referências.


Mas afinal, o que é benchmarking?


Basicamente, o benchmarking consiste no processo de busca das melhores práticas que uma empresa possui e que fazem com que ela tenha um desempenho superior em determinado ponto


Com tanto conteúdo na internet, faz muito sentido você buscar as melhores práticas do mercado antes de sair criando tudo do zero, sem referências. 


Nesse sentido, existem 4 pontos que você deve explorar e que te ajudarão a planejar e a criar conteúdos para sua empresa que gerarão muito mais resultados. 


São eles:

1. Principais conteúdos e termos utilizados por outras empresas: Quais conteúdos elas têm e você deve ter também? Quais conteúdos elas não têm e você pode explorar? Falando sobre os termos, é muito comum vermos a utilização de termos parecidos entre essas empresas. Se muitas fazem seus conteúdos com esses termos é porque eles devem gerar bons resultados.

2. Títulos e gatilhos de comunicação que outras empresas utilizam: Como elas escrevem? Que palavras utilizam para gerar alguma ação do cliente ou despertar algum gatilho? Palavras como "5 passos para...", "Aprenda...", "Como fazer um...", costumam ser muito utilizadas.

3. Dados, pesquisas e tendências do mercado que você está inserido: Quais dados disponíveis em pesquisas podem ser utilizados para embasar seus conteúdos? Quais são as tendências que especialistas estão apontando para o seu mercado? Lembre-se sempre que os dados devem vir de fontes confiáveis.

4. Principais referências de didáticas para o mercado: Quais são as organizações confiáveis que podem ajudar o seu setor a gerar conteúdo? Endeavor e Sebrae podem ser algumas delas.



Por fim, é muito importante saber onde pesquisar as referências.


Abaixo temos os 5 principais locais para que você possa buscar as suas:

1. Primeira página do Google: As buscas mais relevantes aparecerão na 1ª página e é nelas que você deve focar sua atenção. Aproveite e faça buscas em inglês também. Há benchmarkings de outros países que são muito valiosos.

2. Wikipedia: A maior enciclopédia colaborativa do mundo possui dados e informações sobre quase tudo.

3. Concorrentes: Se muitos concorrentes falam sobre determinado assunto, provavelmente ele gera bons resultados. Fique de olho nos seus concorrentes e aprenda com eles.

4. Portais e órgãos da área: É muito importante ficar ligado no que diz os órgãos que têm relação com o setor da sua empresa. Se, por exemplo, você trabalha no setor de engenharia em uma indústria, provavelmente os conteúdos gerados pelo CREA e pela Federação das Indústrias do seu estado serão relevantes.

5. Youtube: A maior plataforma de vídeos do mundo está cheia de conteúdos interessantes. Procure os vídeos com conteúdos referentes à sua área. É um ótimo local para ter insights.



E aí, curtiu o texto? Já sabia o que era benchmarking? Tem alguma dúvida, crítica ou elogio a ser feito? Deixe suas impressões nos comentários!  


Escrito por Henri de Paiva. Sócio da Lumière. 

#Benchmarking #Referências #Conteúdo



8 passos para aumentar suas vendas de forma agressiva

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

© Lumière. Criado com carinho.