O QUE É PERSONA? QUAL É A DIFERENÇA ENTRE PERSONA E PÚBLICO-ALVO?
  • Lu

O QUE É PERSONA? QUAL É A DIFERENÇA ENTRE PERSONA E PÚBLICO-ALVO?

"Se você criar um caso de amor com seus clientes, eles próprios farão sua publicidade." - Philip Kotler

Persona é um perfil semificcional que representa o cliente ideal de uma empresa, criado para ajudar seu negócio a compreender melhor quem é o cliente e do que ele precisa.


As personas permitem estratégias de Marketing mais acuradas. Uma persona bem definida ajudará você a montar uma estratégia de conteúdo com o foco e o direcionamento certos. Por esse motivo, o conceito acabou se popularizando com o Inbound Marketing.

"Mas peraí... Parece que eu já ouvi algo parecido... Também não é para isso que serve o público-alvo?"

Não exatamente. Público-alvo e persona, embora parecidos, são coisas diferentes. É preciso tomar cuidado para não confundir os dois.

"Ok, mas então qual é a diferença entre público-alvo e persona?"

Vamos ver abaixo um exemplo de público-alvo e um de persona para que você consiga entender a diferença e sua aplicação prática.


Imagine que uma empresa tenha o seguinte público-alvo: • Homens, entre 18 e 23 anos, estudantes, com renda mensal entre 1 e 2 salários mínimos, que gostem de viajar. 


E imagine que essa mesma empresa tenha a seguinte persona: • Flávio, 22 anos, estudante de Administração, mora com os pais no Rio de Janeiro e trabalha como estagiário em uma empresa de consultoria. Sua renda mensal é de R$1.500 e tem planos de crescer dentro da empresa que estagia quando se formar. Flávio adora viajar com os amigos e sempre compra suas passagens e reserva suas hospedagens pela internet. Ele adora fazer tudo que pode pela internet e está sempre conectado. 


E aí? Deu pra entender a diferença?


O público-alvo se refere a uma parcela abrangente da sociedade para quem você vende seus produtos ou serviços, enquanto a persona é a representação do seu cliente ideal, de forma mais humanizada e mais personalizada.


Com o público-alvo você consegue ter um foco melhor definido. Isso te ajudará a fazer anúncios melhores e a criar a base da sua comunicação.


Já com a Persona você conseguirá pensar nas melhores formas de abordar esse seu cliente ideal. Isso ajustará sua comunicação, deixando-a mais intima e aproximando sua marca do cliente. Além disso, ficará muito mais fácil pensar em conteúdos legais para esse público ou partir de algumas premissas importantes.


Vamos pegar o exemplo dado para entender isso melhor:


1) Sabendo que o público-alvo são homens que têm entre 18 e 23 anos, eu já sei que minha comunicação pode ser um pouco menos formal e sempre direcionada ao público masculino. Além disso, sabendo que esse público tem uma renda mensal entre 1 e 2 salários mínimos, podemos partir da premissa que dificilmente conseguirei cobrar um valor alto por algum produto/serviço, uma vez que o público-alvo dificilmente conseguirá pagá-lo.


2) Sabendo que a persona (representação do meu cliente ideal) é o Flávio (personagem fictício criado pela minha empresa), posso tirar outras conclusões. Eu sei, por exemplo, que ele estuda administração, trabalha em uma consultoria e que quer crescer dentro dela. Logo, se eu postar no meu blog ou nas minhas mídias sociais conteúdos que falem sobre negócios e/ou desenvolvimento profissional, é bem provável que eu consiga atingir o Fábio. Além disso, eu sei também que ele é carioca e posso usar isso a meu favor na hora de me comunicar informalmente com ele. Eu também sei que ele ganha pouco, mas ele mora com os pais. Logo, mesmo que eu tenha um produto/serviço mais caro, talvez eu possa oferecê-lo para Flávio, uma vez que ele pode pedir para seus pais pagarem esse produto/serviço para ele. Também sei que Flávio gosta de viajar, então talvez eu possa usar essa informação para fazer promoções direcionadas para ele. Por fim, sei que Flávio está sempre conectado. Então posso partir do princípio que ele tem um conhecimento razoável sobre computadores. Com isso, posso me comunicar com ele sem ter que explicar alguns termos ou tópicos, caso seja necessário (exemplos de pontos que não preciso explicar. O que é um roteador?, Como fazer alguma coisa em uma planilha?, Como procurar algo no Google?, etc).


E aí, entendeu o que é persona? Já sabia a diferença entre persona e público-alvo? Entendeu suas aplicações dentro de uma empresa? Tem alguma dúvida, crítica ou elogio a ser feito? Deixe suas impressões nos comentários! 


Escrito por Henri de Paiva. Sócio da Lumière.

#Persona #Perfil #PúblicoAlvo #Segmento #Clientes



8 passos para aumentar suas vendas de forma agressiva

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

© Lumière. Criado com carinho.